Ovo: mocinho ou vilão da saúde?

Apesar do que as pessoas dizem, os estudos indicam ele traz bons benefícios

Publicado em 02/12/2015

Há quem diga que o ovo não faz bem para a saúde. Dizem que o alimento faz tão mal ao coração quanto cigarro, que aumenta os níveis de colesterol entre outros problemas, mas essa história mudou. Hoje, após pesquisas, o ovo é visto como um alimento saudável, rico em vitaminas, minerais e um bom aliado da saúde. 

Se você acredita que ele faz realmente mal, listamos algumas questões que podem fazer você mudar de ideia.

PROTEÍNA
O ovo é uma excelente fonte de proteína, tem gorduras boas e pouca gordura saturada. Há estudos que provam que o ovo não aumenta o colesterol nem o risco de doenças no coração.

RECOMENDAÇÃO DIÁRIA
Não é porque o alimento tem essas propriedades que você pode sair comendo exageradamente. O consumo de um ovo diariamente já é o suficiente. Quem tem colesterol alto ou problemas cardíacos, o recomendado é procurar um profissional que defina a quantidade adequada por dia. Saúde é assunto individual, o que funciona para um, pode não funcionar para outro. 

BAIXAS CALORIAS
Um ovo tem, em média, 70 calorias. Além disso, estudos comprovam que ele pode ser um aliado de quem quer emagrecer. O alimento tem aminoácidos essenciais que aumentam a saciedade. 

VITAMINA D
Sabe aquela deficiência em vitamina D que muitas pessoas têm por causa da falta de sol? Então, o ovo é um dos poucos alimentos que possui essa vitamina. 

ALIADO DOS MÚSCULOS
O ovo ajuda no crescimento e na manutenção dos músculos. Por isso frequentadores de academias consomem ovo – geralmente somente a clara por não conter gorduras, colesterol e ter menos calorias.  

CUIDADOS
O ovo pode conter Salmonella, bactéria presente no intestino das galinhas que causa diarreia, vômito, febre, náuseas e dor de cabeça. Para o consumo, o alimento deve estar dentro do prazo de validade, sem rachaduras na casca, não estar cru e nem com a gema mole, pois a bactéria só morre em altas temperaturas. 

 

Informação: via
Foto destaque: via