Hacker americano invade email do diretor da CIA

Documentos secretos de John Brennan foram apresentados ao jornal New York Post

Publicado em 10/11/2015

John Brennan, diretor da CIA, teve sua conta de email pessoal - que usava para tratar de assuntos profissionais - hackeada por um adolescente. Além da invasão, ele passou detalhes do conteúdo dos emails para o jornal New York Post.

O adolescente, identificado como CWA (Crackas With Attitude), encontrou informações importantes como dados de funcionários com cargos altos dentro da CIA, uma carta do governo contendo técnicas de interrogação rígidas para usarem contra suspeitos de terrorismo, além de um documento classificado como secreto, com mais de 47 páginas, sobre a CIA.

CWA alega ser contra o apoio do país em criar um estado palestino e não concordar com a política dos Estados Unidos. Além disso, o adolescente afirma que age com a ajuda de um colega de classe. 

O garoto enganou os funcionários da operadora de telefonia Varizon para conseguir o número de segurança social do diretor da CIA, para com ela recadastrar a senha do email de Brennan - que deletou sua conta de email assim que soube do ataque.

A CIA comunicou oficialmente que já está a par do ataque, e está tomando as medidas cabível junto a autoridades.