Como curar intoxicação alimentar?

Atenção nos alimentos e no modo de preparo é essencial para evitar o problema

Publicado em 07/01/2016

A intoxicação alimentar é uma doença causada pela ingestão de alimentos contaminados por organismos prejudiciais, como bactérias e vírus. É fácil encontrar esses parasitas em alimentos como carne crua, frango, peixe e ovos, porém podem se espalhar para qualquer tipo de alimento. 

Nas festividades de fim e início de ano, é muito comum que algumas pessoas tenham intoxicação alimentar. Diarreia, enjoo, vômito e dores de barriga estão entre os sintomas e o doente necessita alguns cuidados especiais para acelerar a recuperação. Comer os alimentos adequados nesse momento é essencial para uma rápida melhora. 

Pensando no seu bem estar, separamos algumas dicas para livrar você da intoxicação o mais rápido possível.

Beba líquidos: quando se tem intoxicação alimentar é fundamental a ingestão de líquidos – água e chá – de 30 em 30 minutos. 

Alimentos para consumir: caldos; sopas coadas; mingau de maisena; pêra e maçã cozidas e sem casca; banana; cenoura; abobrinha; sopa de legumes; arroz branco e frango ou batata cozida. 

Não consuma: cereais integrais; legumes; vegetais folhosos; frutas cruas (irrita a mucosa intestinal); frituras, embutidos e bolos; alimentos com condimentos e sabores fortes. 

Dicas:
- Inicie a dieta bebendo bastante líquido, pelo menos 2 litros por dia, e comendo caldo ou sopa coada. Quando o paciente tolerar bem os líquidos, coma pequenas quantidades de alimentos sólidos, como mingau ou arroz e frango cozido. 
- Em caso de diarreia, o chá de folhas de amoreira é uma boa opção. Deve-se tomar duas xícaras desse chá por dia para ajudar a parar o incômodo.

De acordo com o site Tua Saúde, o cardápio ideal para comer durante três dias após a intoxicação é:


Se após o almoço ou jantar sentir fome, pode-se comer maçã ou pêra assada sem casca ou uma banana.