Apple sinaliza interesse em carros autônomos

Em carta, gigante americana comenta diretrizes e disposição em investir em software

Publicado em 08/12/2016

Finalmente a Apple confirmou seu interesse na tecnologia de carros autônomos. A notícia veio em forma de uma carta ao órgão governamental de transportes dos Estados Unidos, a NHTSA. Entretanto, a novidade não é o que muitos esperavam. A gigante americana afirma ter interesse nas novas diretrizes dos testes e no software que "pilotará" essas unidades.

"A empresa investe pesado no aprendizado de máquina (machine learning) e automação, e está entusiasmada com o potencial dos sistemas autônomos em diversas áreas, inclusive nos transportes", afirma texto da carta divulgada no G1.

Em concordância com as ideias da NHTSA, a Apple sugere que as empresas compartilhem dados de colisões e acidentes, e diz que está pronta para discutir com rivais o que deve ser de conhecimento comum, sem deixar de lado a privacidade de usuários.

Briga de gigantes

O Google tem sido líder em testes de veículos sem motorista em vias públicas e promete que tais carros estarão prontos para produção em 2020. Já a Ford pretende disponibilizar a tecnologia no mercado a "preços acessíveis" a partir de 2025. O Uber já começou a testar a tecnologia nos Estados Unidos para reduzir gastos com motoristas. A Tesla, outra fabricante que lidera o uso da tecnologia, vem enfrentado polêmicas após a 1ª morte registrada com um de seus veículos autônomos.

Capa: Divulgação